Alice, no país das sapatilhas...


Alice no país das sapatilhas.
Não escorregues, não chores!
Prega a espada e corta o rabo
Do senhor razoável!
Chorona, chorona!
Chávena de chá!
Chapadona!

Os loucos são
um pouco mais felizes
Mas só
os que o são só um pouco!
As regras da casa são para se cumprir
Senão
crescem-lhes narizes!

Quem está de fora
vai dormir,
sem beliscadelas.
Pois
o bom sono
apenas faz
Cinderelas!

E o amor
É um duro osso
de deixar partir!

Alice Sapatilhas, by Gran Morsa

1 comentário:

Flávia disse...

creio que o amor não é um duro osso de deixar partir mas antes um daqueles que nos são tão essenciais que nos retiram , desabámos .

Enviar um comentário

Quando lia contos de fadas, eu imaginava que aquelas coisas nunca aconteciam, e agora cá estou no meio de uma! Deveria haver um livro escrito sobre mim, ah isso deveria! E quando for grande, vou escrever um...
L.C.